Início Política Chefe do Executivo de Macau elogia contributo da comunidade portuguesa

Chefe do Executivo de Macau elogia contributo da comunidade portuguesa

56
0

O chefe do Executivo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), Fernando Chui Sai On, elogiou hoje o contributo da comunidade e empresários portugueses no desenvolvimento do território que permitiu alcançar um “rápido crescimento económico”

“Ao longo dos 20 anos desde o retorno de Macau à pátria, os princípios ‘Um país, dois sistemas’ e ‘Macau governado pelas suas gentes’ (…) têm sido perseguidos com forte apoio do Governo central e os esforços conjuntos dos compatriotas de Macau, incluindo a comunidade portuguesa”, permitindo “alcançar um rápido crescimento económico” e um “melhoramento contínuo do bem-estar da população”, congratulou-se o chefe do Governo da RAEM hoje em Lisboa.

Fernando Chui Sai On, que lidera uma delegação do Governo da RAEM em visita a Portugal até ao dia 18 de maio, com passagem por Lisboa e pelo Porto, destacou ainda o progresso abrangente de Macau “em todas as atividades”, afirmando que se vive atualmente numa “sociedade harmoniosa e estável”.

Publicidade

O governante, que falava numa receção onde marcaram presença o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, bem como outras individualidades ligadas ao Governo, empresas, autarquias, instituições de ensino e outras entidades chinesas e portuguesas, salientou que o princípio “Um país, dois sistemas” aplicado em Macau “tem vindo a demonstrar grande vitalidade”.

“Os portugueses nascidos em Macau, os portugueses residentes em Macau e empresários vindos de Portugal envidam esforços e contribuem para o desenvolvimento de Macau”, realçou o chefe do Executivo da RAEM.

Referiu que “Portugal e Macau mantêm um estreito intercâmbio cultural e humanístico com profundas raízes históricas”, testemunhos estes que são “facilmente encontrados por quem percorre as ruas de Macau”.

Adiantou ainda que o Governo da RAEM atribui “grande valor às relações de cooperação” com Portugal, apontando as visitas recíprocas, acordos e projetos de cooperação que têm sido impulsionados desde 2011 e que comprovam “os bons resultados” desta parcerias.

O discurso terminou com um brinde à “cooperação amistosa, prosperidade e desenvolvimento de Macau e Portugal”, ao qual Fernando Chui Sai On pediu que se juntassem os mais de 200 convidados da receção com que o Governo da RAEM assinalou os 20 anos da transferência de soberania de Macau para a China.

A ocasião serviu também para inaugurar uma exposição de fotografias sobre a concretização do princípio “Um país, dois sistemas” em Macau.

Antes, o chefe do Governo de Macau encontrou-se com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa e na terça-feira, será a vez do primeiro-ministro, António Costa.

Após mais de 400 anos sob administração portuguesa, Macau passou a ser uma Região Administrativa Especial da China a 20 de dezembro de 1999, com um elevado grau de autonomia acordado durante um período de 50 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.