Início Culturas Animação Festival Imaginarius abre concurso para projetos destinados a circuito europeu

Festival Imaginarius abre concurso para projetos destinados a circuito europeu

132
0

A direção do Imaginarius – Festival Internacional de Arte de Rua de Santa Maria da Feira anunciou hoje que tem aberta até final do ano uma convocatória destinada a selecionar projetos artísticos para um circuito europeu de residências e festivais.

A iniciativa resulta da adesão do Imaginarius ao projeto de cooperação internacional “Roundabout Europe”, que, tendo Santa Maria da Feira como “única cidade portuguesa parceira”, envolve também o KoresponDance Festival da República Checa, o Out There do Reino Unido, o Passage Festival da Dinamarca e o Spoffin Festival da Holanda.

Para o vereador Gil Ferreira, que tutela o pelouro da Cultura e do Turismo na Câmara da Feira e nessa condição supervisiona o Imaginarius, esta “call to action” tem assim dois méritos: “Vem reforçar o posicionamento de Santa Maria da Feira no circuito internacional da criação artística para o espaço público e a posição do Imaginarius como um projeto de referência no contexto internacional”.

A chamada para candidatos ao Roundabout Europe destina-se a artistas emergentes ou em viragem profissional com propostas criativas que sejam vocacionadas para o espaço público e que possam integrar um circuito europeu de residências artísticas e de festivais de artes de rua.

Gil Ferreira explica que “cada artista efetuará uma residência e apresentará um ‘work in progress’ em dois dos festivais” envolvidos no projeto – que, resultando de uma candidatura conjunta ao programa Europa Criativa, da União Europeia, visa capacitar novos talentos para as artes de rua.

“Unidos com o objetivo de reforçar a capacitação nesse domínio artístico, os cinco festivais parceiros procuram elevar a qualidade artística e tornar as artes ao ar livre reconhecidas, proporcionando aos artistas e companhias uma sólida carreira e acesso a novos públicos, redes e mercados”, defende o vereador.

Além da gerar novas oportunidades para artistas que agora se iniciem em contexto de rua ou que se encontrem num ponto de viragem do seu perfil criativo, o projeto visa ainda desenvolver competências a vários níveis, “criando atividades de ?coaching’ nos períodos de trabalho artístico” e promovendo também “novas metodologias de trabalho”

Os candidatos podem apresentar as suas propostas até dia 31 de dezembro, após o que os diretores artísticos dos festivais envolvidos irão selecionar um total de cinco artistas e companhias, cujos nomes serão tornados públicos a 28 de fevereiro.

Segundo fonte oficial do Roundabout Europe, “a resposta positiva por parte da União Europeia torna possível que as primeiras residências artísticas tenham lugar já no próximo verão”.

O programa prevê que, ao longo de dois anos, sejam 10 os artistas e companhias a beneficiar da experiência, cada um dos quais envolvendo-se em dois festivais distintos.

O objetivo comum, diz a mesma fonte do Roundabout Europe, é sempre ajudar os selecionados “a tornarem o seu trabalho proveitoso em termos profissionais e económicos, sem perderem os seus valores artísticos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.