Início Culturas Música Esch/Alzette: Mayra Andrade regressa à Kulturfabrik

Esch/Alzette: Mayra Andrade regressa à Kulturfabrik

173
0

A cantora caboverdiana, Mayra Andrade vai atuar na Kulturfabrik a 15 de novembro.

Esta será a segunda passagem de Mayra Andrade pela sala de espetáculos de Esch/Alzette.

A voz de Mayra é uma mistura de tons radiantes, dançantes, batidas aveludadas e melodias apimentada. As canções invocam um verão eterno, cantadas em crioulo cabo-verdiano, português, francês e inglês, e transportam-nos na sua imprevisibilidade quente e aventureira, como reflexo de sua vida.

Navega, o seu primeiro álbum, uma produção marcada pelas suas
raízes e gravada acusticamente a um ritmo de três canções por dia.

O segundo disco, Stória, Stória…, é descrito pela cantora como “um álbum de princesa”, gravado entre Paris, Brasil e Cuba.

Em seguida, gravou concertos em trio, para a rádio FIP, que serviu de base para o álbum seguinte, o Studio 105. “Depois dessa altura, decidi que queria fazer um álbum mais pop.”

A cantora admite que Lovely Difficult é um paradoxo. “Trata-se do álbum mais diversificado e pessoal. Sou uma mulher do meu tempo, afetada por inúmeras influências. Nunca compus ou cantei em tantos idiomas.”

O próximo álbum de Mayra, Manga – inteiramente em crioulo –
reúne os ritmos da música africana moderna e suas raízes caboverdianas.

No qual inclui Kim Alves, o famoso instrumentista caboverdiano,
assim como uma nova geração de músicos da África
Ocidental, resultando numa bela mistura orquestrada pelo produtor marfinense 2B.

Afeto e Manga, os primeiros singles serão lançados a 12 de outubro e 12 de novembro respetivamente antes de atuar a 15 na Kulturfabik.

O novo álbum sai em Janeiro de 2019.

Os bilhetes em pré-venda custam 28 euros sendo que no próprio dia custam 30 euros.

O Jornal do Luxemburgo é parceiro média do concerto.

http://kulturfabrik.lu/fr/programmation/details/event/mayra-andrade-1/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.