Início Desporto Futebol Rui Vitória recusa lamentos e antecipa um Boavista que “vai dificultar a...

Rui Vitória recusa lamentos e antecipa um Boavista que “vai dificultar a vida”

107
0

O treinador do Benfica afirmou hoje que “não vale a pena lamentar” o calendário apertado dos ‘encarnados’ em agosto e antecipou dificuldades na visita ao Boavista, no encontro da segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Rui Vitória, que fazia a antevisão do jogo com os ‘axadrezados’, marcado para sábado, recusou-se a lamentar os oito jogos que as ‘águias’ têm até 02 de setembro, entre campeonato e pré-eliminatórias da Liga dos Campeões.

“Vamos fazer tudo para ganhar e importa ganhar em qualquer momento, seja no primeiro minuto ou no último. Gostávamos de ter mais tempo entre jogos, mas vai ser assim até dia 02 de setembro. Não vale a pena estar a lamentar. Importa preparar a equipa e mentalizar os jogadores”, afirmou, em conferência de imprensa.

De resto, o técnico voltou a manifestar a ideia de que prefere “jogar ao invés de treinar”, abordando, posteriormente, as qualidades de um Boavista que “vai dificultar a vida” ao Benfica.

“É uma equipa de qualidade, que se bate bem, defensivamente bem organizada e com jogadores com experiência, como o Fábio Espinho e o David Simão. O Boavista vai querer ganhar no seu reduto, mas vamos por o nosso futebol em campo e vamos ao Bessa para ganhar”, salientou.

Apesar de não ter Castillo e Jonas à disposição, ambos devido a lesão, Rui Vitória lembrou que tem outros ‘argumentos’ ofensivos para a deslocação ao Porto: “Os avançados à disposição são Seferovic, Ferreyra, João Félix, Rafa, Zivkovic, Salvio, Cervi, Pizzi, Alfa Semedo, Grimaldo, André Almeida. Temos vários jogadores que já fizeram golos.”

Em destaque tem estado um dos mais jovens do plantel, Gedson Fernandes, que voltou a merecer elogios por parte do treinador. Rui Vitória aproveitou mesmo a ocasião para destacar a estratégia do clube e equipa técnica no que diz respeito à aposta em jogadores da formação.

“No Benfica parece que se tornou fácil o aparecimento de jogadores. Isto não é estalar os dedos e já está. Há jogadores de qualidade na formação em todos os clubes de todo o mundo. No Benfica houve sempre jogadores de qualidade. Amanhã (sábado), por exemplo, vamos defrontar um jogador que era um craque da formação do Benfica, o David Simão”, começou por dizer.

Rui Vitória continuou a explanar as suas ideias sobre o tema e foi perentório: “O que faz a diferença é a porta aberta na equipa principal, seja no Benfica ou noutro lado qualquer, mas também o que é transmitido pelos treinadores, pelas pessoas que estão à volta e pelos colegas, de que o futebol dos meninos é diferente do futebol dos adultos. O Gedson apreendeu isso rapidamente.”

O técnico benfiquista mostrou-se ainda “muito contente” com a primeira chamada de Cervi à seleção principal da Argentina, para os particulares com Guatemala e Colômbia, em setembro.

Benfica e Boavista jogam no sábado, a partir das 19:00, no Estádio do Bessa, no Porto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.