Início Atualidade Prisão perpétua pelo assassinato da sua ex-mulher em Esch

Prisão perpétua pelo assassinato da sua ex-mulher em Esch

213
0
© Police Grand-Ducale
Um homem foi condenado à pena de prisão perpétua, pelo Tribunal na terça-feira (12 de junho), acusado de homicídio após ter morto a sua ex-mulher em 2015. Uma sentença rara no Grão-Ducado.Jamek M., de 59 anos foi condenado agora pelo assassinato da sua ex-mulher de 48 anos em janeiro de 2015. Ela foi baleada pelo menos com seis tiros, no quintal de uma casa em Esch.

O representante do procurador contou em detalhe a cena particularmente chocante: “O homem dispara duas vezes, a arma bloqueia, ele a desbloqueia e atira quatro vezes na cabeça da sua mulher, que se encontrava a uma distância de 10 a 20cm. Quando alguém faz isso, significa que ele não tem outra intenção senão a de matar alguém!

Os dois filhos do casal disseram ao ribunal que a mãe sofria com o caráter agressivo do pai. Ele alegou que ele tinha tomado medicação e que sofria de uma doença mental, a fim de atenuar a sua sentença.

No entanto, o homem obteve uma arma de fogo, que provou a premeditação do seu gesto e a falta de remorso não foi a seu favor.

É bom saber que, de acordo com o Artigo 100 do Código Penal do Luxemburgo, “os reclusos sentenciados a prisão perpétua podem ser libertados condicionalmente quando a pena já por eles cumprida exceder os quinze anos“.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.