Início Atualidade Prisão perpétua pelo assassinato da sua ex-mulher em Esch

Prisão perpétua pelo assassinato da sua ex-mulher em Esch

87
0
© Police Grand-Ducale
Um homem foi condenado à pena de prisão perpétua, pelo Tribunal na terça-feira (12 de junho), acusado de homicídio após ter morto a sua ex-mulher em 2015. Uma sentença rara no Grão-Ducado.Jamek M., de 59 anos foi condenado agora pelo assassinato da sua ex-mulher de 48 anos em janeiro de 2015. Ela foi baleada pelo menos com seis tiros, no quintal de uma casa em Esch.

O representante do procurador contou em detalhe a cena particularmente chocante: “O homem dispara duas vezes, a arma bloqueia, ele a desbloqueia e atira quatro vezes na cabeça da sua mulher, que se encontrava a uma distância de 10 a 20cm. Quando alguém faz isso, significa que ele não tem outra intenção senão a de matar alguém!

Os dois filhos do casal disseram ao ribunal que a mãe sofria com o caráter agressivo do pai. Ele alegou que ele tinha tomado medicação e que sofria de uma doença mental, a fim de atenuar a sua sentença.

No entanto, o homem obteve uma arma de fogo, que provou a premeditação do seu gesto e a falta de remorso não foi a seu favor.

É bom saber que, de acordo com o Artigo 100 do Código Penal do Luxemburgo, “os reclusos sentenciados a prisão perpétua podem ser libertados condicionalmente quando a pena já por eles cumprida exceder os quinze anos“.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.