Início Estilos Moda Estilista Katty Xiomara apresenta coleção de roupa para o Europeade em Viseu

Estilista Katty Xiomara apresenta coleção de roupa para o Europeade em Viseu

256
0

A estilista Katty Xiomara apresentou hoje, no Porto, a coleção “#VISEUFOLK”, uma versão contemporânea de trajes folclóricos, a propósito do Europeade que irá decorrer em Viseu, e salientou a importância de “reeducar as pessoas para a tradição do saber popular”.

“Esta é uma oportunidade fantástica e única, já que nunca foi vista uma relação tão próxima entre a moda e o folclore, e permite ainda reeducar as pessoas para o saber do povo, que é o folclore”, afirmou a estilista durante a apresentação da coleção, hoje, na Alfândega do Porto.

Katty Xiomara foi convidada pela Câmara Municipal de Viseu para criar uma coleção de moda inspirada no folclore, no âmbito do Europeade, o maior festival internacional da cultura tradicional, que irá decorrer de 25 a 29 de julho em Viseu.

A designer explicou ainda que as suas principais inspirações partiram da interação com as pessoas da região de Viseu que lhe contaram “os segredos e as histórias do folclore”, e que “daí surgiram pormenores, como a flor de papel que está presente em todas as peças”.

“O folclore tem uma ligação ao passado, mas não tem de ser sempre assim, porque nós estamos a criá-lo [ao folclore] no presente”, afirmou a estilista acrescentando que “é possível desenvolver coisas com base em técnicas antigas que são pouco exploradas”.

Da coleção “#VISEUFOLK” fazem parte três linhas diferentes, uma de fardamento que irá vestir os 400 voluntários do festival, uma de ‘merchandising’ – com bonés, casacos, gravatas e lenços – e uma linha de “trajes especiais que vão ser usados em momentos-chave do evento”, explicou o vereador da Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Viseu, Jorge Sobrado.

O vereador afirmou também que “a coleção vai estar à venda durante a semana do Europeade, prolongando-se pelo menos até ao final do ano”, acrescentando que “o objetivo é conseguir recuperar o investimento de 150 mil euros e expandir [a venda] para outras cidades”.

Para o presidente da câmara de Viseu, Almeida Henriques, “Portugal ainda não fez a sua reconciliação com o folclore, como já aconteceu com o fado, e este é o contributo que Viseu dá nesse sentido”.

Na 55.ª edição do Europeade, em Viseu, esperam-se cerca de 7.000 participantes, 16 grupos folclóricos da cidade e outros provenientes de 24 países europeus, concluiu Almeida Henriques.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.