Início Culturas Arquitetura Álvaro Siza é homenageado pela Ordem dos Arquitetos no Dia Nacional do...

Álvaro Siza é homenageado pela Ordem dos Arquitetos no Dia Nacional do Arquiteto

64
0

Álvaro Siza vai ser homenageado pela Ordem dos Arquitetos, na terça-feira, às 18:30, no Auditório Fernando Távora da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, no âmbito das celebrações do Dia Nacional do Arquiteto.

“Além da obra, de uma singularidade e autenticidade inquestionáveis, pretende-se homenagear a pessoa e o docente”, referiu em comunicado a Ordem dos Arquitetos.

A cerimónia vai contar com a presença do homenageado, Álvaro Siza, que é membro honorário da Ordem dos Arquitetos desde 2009.

No final das celebrações, o trio Bode Wilson, a trompetista Susana Santos Silva e o guitarrista Eurico Costa vão protagonizar uma atuação musical.

O Dia Nacional do Arquiteto celebra anualmente “a função social, a dignidade e o prestígio da profissão de arquiteto em Portugal”, assinalando assim a data de publicação do Estatuto da Ordem dos Arquitetos, em 03 de julho de 1998, salienta a Ordem.

O arquiteto Álvaro Siza, arquiteto português contemporâneo, reconhecido a nível internacional, Prémio Pritzker 1992, Medalha Alval Aalto, Medalha de Ouro do Royal College e da União Internacional de Arquitetos, Prémio Wolf das Artes, da sua obra destacam-se a Casa de Chá da Boa Nova e as Piscinas de Marés, em Leça da Palmeira, o Edifício Bonjour Tristesse, em Berlim, o Conjunto de Schilderwijk, na Holanda, a Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP) e o Museu de Arte Contemporânea da Fundação Serralves, entre outros projetos.

A homenagem realiza-se quando o arquiteto completa 85 anos, 60 de atividade, numa altura em que a FAUP acolhe “Neighbourhood: Where Alvaro meets Aldo”, com curadoria de Nuno Grande e Roberto Cremascoli, a exposição que representou Portugal na 15.ª Bienal de Arquitetura de Veneza, em 2016.

Esta é a terceira montagem/versão da mostra, pensada num formato ‘site specific’ para a ilha da Giudecca, em Veneza, em 2016, tendo seguido depois para a Garagem Sul do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, onde também foram exibidos segmentos vídeo das viagens com Álvaro Siza, para preparação da mostra, das cidades e dos habitantes, dos bairros sociais que concebeu.

No Porto, “Neighbourhood: Where Alvaro meets Aldo” surge igualmente como momento de balanço após três anos de trabalho em torno deste projeto, incluíndo conteúdos que dão a conhecer o processo de investigação, destaca a apresentação conjunta da FAUP e da Direção-Geral das Artes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.