Início Economia Negócios Empresários promovem azeite alentejano no Canadá a partir de 4.ª feira

Empresários promovem azeite alentejano no Canadá a partir de 4.ª feira

221
0
COMPARTILHE

O Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo (CEPAAL) vai participar entre os dias 02 e 05 de maio num salão alimentar no Canadá, para promover o azeite da região, num mercado onde tem uma quota reduzida.

“Esta ação está incluída no plano de promoção do azeite do Alentejo no mercado externo. [Este mercado] tem uma importância enorme, uma vez que tem um grande potencial […], apesar de representar ainda uma fração minoritária das exportações do azeite nacional”, disse à Lusa o diretor do CEPAAL, Henrique Herculano.

No salão internacional de Montreal, o CEPAAL, do qual fazem parte cerca de 25 associados, vai apresentar, entre outros produtos, azeites virgem extra, azeites biológicos e com denominação de origem protegida, sendo todos eles “obtidos a partir de variedades alentejanas, por produtores do Alentejo”.

De acordo com o dirigente, a participação nacional no certame representa um investimento entre 20 e 30 mil euros, sendo 85% do montante suportado no âmbito do programa Portugal 2020.

“O ‘feedback’ que temos recebido dos produtores internacionais é muito positivo, na medida em que os produtos têm grande qualidade e que, muitas vezes, a grande limitação é não serem dados a conhecer. A partir do momento em que conseguimos fazer este contacto, a resposta do consumidor é, normalmente, positiva”, referiu o responsável do CEPAAL.

Em declarações à Lusa, Henrique Herculano explicou que a última colheita de azeite atingiu níveis “recorde” e que não foi afetada pela seca, apesar de se prever “uma descida ligeira” na cotação do azeite, devido ao facto da “produção espanhola ter sido considerável” e das chuvas de março e abril terem “desafogado” a situação.

Já no que concerne à bactéria “xylella fastidiosa”, que tem destruído olivais na Europa, o responsável garante que os associados do CEPAAL têm estado vigilantes para tentar impedir um eventual contágio.

No salão internacional de Montreal estão presentes 1.000 expositores, sendo esperados cerca de 18.500 visitantes.

Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), Portugal exportou 1,8 milhões de euros em azeite para o Canadá, o que representa 0,4% do total de exportações portuguesas de azeite.

De acordo com os dados do CEPAAL e apesar de não especificar números, o Brasil é o maior mercado de exportação do azeite português, seguido por países como os Estados Unidos, Angola, Moçambique, Austrália, China, França e Alemanha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here