Início Comunidades Proença-a-Nova cria gabinete para emigrantes fazerem a georreferenciação de terrenos

Proença-a-Nova cria gabinete para emigrantes fazerem a georreferenciação de terrenos

256
0

A Câmara de Proença-a-Nova vai apoiar os emigrantes na georreferenciação dos terrenos, através do Gabinete de Apoio ao Emigrante (GAE) criado para o efeito, foi hoje anunciado.

“Dada a procura extraordinária que temos registado ao BUPi – Balcão Único do Prédio, existe atualmente um tempo de espera significativo para os proprietários realizarem a georreferenciação junto dos técnicos do município, de forma a concluírem o processo do cadastro simplificado”, explica em comunicado, o presidente deste município do distrito de Castelo Branco.

João Lobo justifica a criação do GAE, um posto para realizar o cadastro simplificado, com o tempo limitado que os emigrantes têm quando regressam a Proença-a-Nova.

“A elevada procura está a fazer com que encontremos mais alternativas para que o maior número de proprietários possa usufruir das vantagens desta primeira etapa do cadastro simplificado com georreferenciação”, sustentou.

Na prática, os emigrantes que pretenderem atualizar os registos das suas propriedades na Conservatória do Registo Predial de Proença-a-Nova têm de iniciar o processo neste local e, identificando-se como emigrantes, serão reencaminhados para a Casa das Associações, onde funciona o GAE, para realizarem o processo de georreferenciação.

“Dos concelhos onde está a decorrer o projeto-piloto do cadastro simplificado, somos aquele que tem o maior número de processo ativos e de matrizes registadas”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.