Início Mundo África PR da Guiné-Bissau antevê solução internacional para acabar crise no país

PR da Guiné-Bissau antevê solução internacional para acabar crise no país

132
0
COMPARTILHE
O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, afirmou hoje que os guineenses deixaram que a crise política no país tomasse contornos internacionais, pelo que a solução terá que vir de fora.

“Como sabem, nós na Guiné-Bissau, internacionalizamos o nosso conflito, significa que também a solução será internacionalizada”, defendeu o líder guineense, em declarações aos jornalistas no aeroporto de Bissau, de partida para duas cimeiras africanas na Etiópia.

No sábado, José Mário Vaz assiste à conferencia de lideres da Comunidade Económica da Africa Ocidental (CEDEAO), que, num primeiro momento, vai debater a distribuição e o preenchimento de postos de comissários na organização e depois a crise política na Guiné-Bissau.

A organização sub-regional ameaça aplicar sanções aos políticos guineenses que estejam a impedir a implementação do Acordo de Conacri, um documento que propôs para a saída da crise, mas que há mais cerca de dois anos não tem sido aplicado na prática.

O acordo visa, essencialmente, a escolha de uma figura de consenso para primeiro-ministro e que possa merecer a confiança do chefe do Estado.

O Presidente guineense afirmou que tem sido a sua luta fazer com que os problemas fossem resolvidos a nível interno.

“O destino da Guiné-Bissau deve estar nas mãos dos seus próprios filhos”, observou José Mário Vaz, exortando os países da sub-região a cuidarem dos seus problemas.

“Cada um deve cuidar do seu país e nós também devemos fazer o mesmo em relação ao nosso país”, sublinhou o líder guineense, remetendo para o seu regresso, todas as informações sobre o que se passou nas duas cimeiras.

O Presidente guineense deve regressar a Bissau na segunda-feira.

Antes, no domingo, José Mário Vaz participa numa outra cimeira, desta feita, da União Africana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here