Início Política PSD: Rio defende que partido “não é nem nunca será” de direita...

PSD: Rio defende que partido “não é nem nunca será” de direita nem pode ser “muleta de poder”

552
0

O antigo presidente da Câmara do Porto Rui Rio defendeu hoje que o PSD “não é nem nunca será” um partido de direita, mas de centro, nem “uma muleta de poder”.

Na apresentação da sua candidatura à liderança do PSD, em Aveiro, Rui Rio defendeu que “o PPD que Sá Caneiro e Francisco Balsemão” fundaram, entre outros, tem “raízes profundas” na classe média e é “transversal a toda a sociedade”.

“É um partido do centro, que vai do centro-direita ao centro-esquerda. Não é um partido de direita, tal como alguns o têm tentado caracterizar. Não é, nem nunca será”, defendeu.

Por outro lado, no final do seu discurso de sete páginas, lido em menos de 20 minutos, Rui Rio defendeu que o PSD tem de ser o agente da mudança política em Portugal: “O PSD é um partido de poder, não é muleta de poder”.

“Para o PSD, este será o primeiro dia da sua caminhada para a reconciliação com os portugueses. Mas, para Portugal, este terá de ser, acima de tudo, o princípio do fim desta coligação parlamentar que hoje, periclitantemente, nos governa”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.